Twitter Facebook Orkut Rss

Tradutor

Especial: "Páscoa"

domingo, 8 de abril de 2012


Especial: "Páscoa"



A História da Páscoa
A História da Páscoa não é aquela que ouvimos à gerações. A igreja católica sempre contou que "Jesus voltou a viver após 3 dias. No terceiro dia, fez-se a páscoa." Mas, por que decoramos ovos de chocolate? Por que fazemos cartões de páscoa com coelhos? Simples...

Há milhares de séculos, quando a poeira das estrelas eram gotas de luz, em um lugar distante e desconhecido, viviam as deusas e os deuses, onde havia uma interação natural entre homens, seres, animais e vegetais.
A deusa Ostara é a responsável pela primavera. Ostara cuida da beleza das flores, das águas e dos frutos. Na floresta, Ostara admirava a noite e venerava sua deusa, a Lua. Ostara pediu para a Lua que lhe deixasse engravidar, pois Ostara queria muito ter um filho. Meio confusa, Ostara foi para trás da amoreira, pensando se haveria esquecido alguma coisa, pensando se deveria ter oferecido alguma fruta para a Lua ou para o Sol.
Neste momento entrava uma idosa feiticeira, segurando uma cesta cheia de ovos em uma mão e uma vassoura na outra mão. A feiticeira procurava sua coruja, Maruska, enquanto limpava a floresta do lixo humano. Quando viu a deusa Ostara atrás da amoreira, tentou ajoelhar-se para reverenciá-la. A Deusa Ostara impediu a feiticeira de fazer este gesto, dizendo que "Eu que deveria me curvar á sua idade e sabedoria". Enquanto conversavam, ouviram um barulho na floresta. Um ser feminino entrou em cena. A Deusa Ostara logo reconheceu quem era: a própria Deusa Lua. "Abençoado seja", disse a deusa Lua em tom de cumprimentação. "Sou a senhora do sagrado feminino, o lado materno do sistema de mundos. Não confia em mim?", disse a Deusa Lua, olhando para a Deusa Ostara. "O pedido que ainda não lhe foi atendido? Tudo tem seu tempo e sua hora no universo. Tudo no universo é merecimento, até mesmo para as deusas.". A Deusa Lua orientou que Ostara pedisse com coração, voz e fé. Ela ainda orientou que Ostara fosse descansar, depois deitasse em forma de um pentagrama(estrela de cinco pontas), enfeitasse a floresta com ovos, flores e frutos. A Deusa Lua foi-se em direção á floresta, sumindo nas árvores. Ostara deitou-se em baixo da amoreira e a feiticeira chamou as criaturas da floresta.
Dois coelhos, um coelho e uma coelha, chegaram no local. O Coelho estava mal-humorado pela interrupção, explicando que estava jantando. A coelha era baixa e fofa. A coelha disse que pintava os botões de flores desbotados pelo sol e ajudava as fadas. A feiticeira pediu para que os coelhos decorassem a floresta com ovos, pois tanto os coelhos quanto os ovos são o símbolo da vida.(O coelho é o animal de maior reprodução do planeta.)
Depois a feiticeira chamou as fadas, elementais do ar, que decoraram a floresta com frutos.
Todos dormiram perto de Ostara. Quando amanheceu, uma das fadas acordou cada um com sua varinha, menos Ostara, que foi acordada pelos coelhos. Agora era só esperar, a magia da páscoa havia sido feita.

As histórias que sempre contavam que a páscoa era a volta de Jesus, mas não tem nenhum coelho, ovo ou chocolate nessas histórias. Qual faz mais sentido? Comentem!
Feliz Páscoa, feliz Ostara!

Feliz Ostara!

0 comentários:

Postar um comentário