Twitter Facebook Orkut Rss

Tradutor

Manchete: "Volta ás Aulas, Redes Sociais" Parte 1

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Olá, leitores. Primeiro, o layoud no clickgrátis foi arrumado. Segundo, uma manchete para vocês! Muito bem...
Quem aí gosta de facebook? E de twitter? Claro que todos amam isso. E quem aí não é viciado?
...
...
Pô...
Então, quem aí quer dar mais atenção aos estudos do que redes sociais, como facebook, twitter, orkut, ig, Yahoo! e hotmail?
Ok, então essa manchete foi retirada da revista Despertai! de fevereiro de 2012(todos os direitos reservados) e acho que só tem aqui, em manaus... Mas... Se tiver em outras áreas, tudo bem! É uma ótima revista. Eu vou mostrar tudo sobre Redes Sociais aqui.
O que você precisa saber sobre redes sociais?
Imagine a seguinte situação: Sam era conhecido como alguém de mente fechada. Por anos resistiu a uma nova tecnologia que facilitava o contato com parentes e amigos. Todo mundo era a favor dessa tecnologia, até mesmo os filhos adolescentes de Sam. Em tom de brincadeira, ele dizia á sua filha de 16 anos: "Como era bom quando as pessoas conversavam cara a cara!"
Daí Sam começou a reavaliar seu conceito. Lembrou de pessoas com quem não tinha contato por muitos anos e de alguns parentes que pareciam sempre ocupados. 'Se eu quiser manter contato com todas essas pessoas', pensou ele, 'talvez eu deva mesmo me modernizar'. O cenário dessa história é a zona rural dos Estados Unidos em meados do século 20. Sam finalmente começou a abrir a mente para a possibilidade de comprar um telefone.
Avancemos agora para 2012. Nathan, neto de Sam, acabou de conversar por telefone com seus queridos amigos Roberto e Angel, que haviam se mudado para o outro lado do mundo. 'Já faz 10 anos que eles se mudaram! Como o tempo passa rápido!', pensou Nathan.
Por muitos anos, um telefonema ocasional de parentes e amigos que haviam se mudado para longe foi o suficiente para Nathan. Mas agora parece que todo mundo - até seus filhos adolescentes - usam uma rede social para manter contato.
Nathan é conhecido como alguém de mente fechada porque se recusa a acompanhar as tendências tenológicas. "Como era bom quando parentes e amigos conversavam pelo telefone e podíamos ouvir sua voz", disse ele.
Mas agora, Nathan está começando a mudar de ideia. 'Se eu quiser manter contato com todas essas pessoas', pensou Nathan, 'talvez eu deva mesmo me modernizar'.
Já se sentiu como Nathan? Por natureza, os humanos gostam de se comunicar. (Gênesis 2:18; Provérbios 17:17) Visto que muitos estão usando redes sociais com este objetivo, o que você precisa saber sobre elas?
Redes Sociais
Por que são tão populares?
Que meios de comunicação você usou no último mês?
Conversa cara a cara              Carta ou cartão
Telefone                                E-mail
Mensagem de texto                   Mensagem instantânea
Bate-papo por vídeo                 Rede social

Nunca houve tantas opções para se comunicar, cada uma com suas vantagens e desvantagens. Veja alguns exemplos:
Conversa cara a cara
Vantagem: Possibilita perceber sutilezas nas expressões faciais, no tom da voz e nos gestos.
Desvantagem: As duas partes precisam estar disponíveis para conversar.
Carta ou cartão
Vantagem: Afetuoso e personalizado.
Desvantagem: Leva tempo para escrevê-lo e dias para chegar ao destino.
E-Mail
Vantagem: Pode ser escrito e enviado com rapidez.
Desvantagem: Muitas vezes é um tanto impessoal ou fácil de ser mal-interpretado.
Aí entram em cena as redes sociais, consideradas por alguns o melhor modo de manter contato com amigos e parentes. Existem centenas de redes sociais, e a mais popular - o- tem cerca de 800 milhões de usuários cadastrados. "Se o Facebook fosse um País", comentou a revista Time, "seria o terceiro maior do mundo, atrás apenas da China e da Índia." Mas o que são redes sociais, e por que se tornaram tão populares?
Para quem não sabe, rede social é um site que permite aos usuários compartilhar informações com um grupo de amigos escolhidos por você. "É um excelente modo de manter contato com as pessoas", diz Jean*, de 21 anos. "É também uma maneira conveniente de compartilhar fotos de viagens e de outros eventos".
Mas qual é o problema em escrever uma carta? 'É muito demorado', alguns responderiam.
* Alguns nomes foram ocultados nesta revista.
Além de ser cari se quiser revelar fotos para enviar junto. E que dizer do telefone? Também é muito demorado, já que você precisaria telefonar para uma pessoa de cada vez e algumas pessoas não estariam em casa ou disponíveis no mesmo instante que você. E enviar um e-mail? "Ninguém responde mais e-mails",(P.S.: Eu respondo, n00bs ¬¬) reclama Danielle, de 20 anos, "E mesmo que responda, pode levar semanas. (Eu respondo na mesma hora, algum problema com isso??) Numa rede social, eu posto um comentário sobre o que estou fazendo e meus amigos podem postar comentários sobre o dia deles. Ficamos por dentro das novidades assim que entramos no site. É muito fácil!"(Sim, é fácil, mas e-mail também serve para quem não tem Facebook, Twitter e quem não precisa de uma resposta imediata.)
Isso não significa que as conversas nas redes sociais sejam todas frívolas.(Pausa para a imagem)
Por exemplo, quando acontece um desastre - como o terremoto e o tsunami que devastaram partes do Japão em 11 de março de 2011 -, muitos usam redes sociais para saber se seus parentes e amigos estão bem.
Veja o caso de Benjamin, que mora nos Estados Unidos. Ele conta: "Os telefones ficaram fora de serviço após o tsunami no Japão. Um conhecido meu me contou que havia mandado um e-mail para uma amiga nossa em Tóquio, mas ele não tinha recebido nenhuma resposta. Na mesma hora, peguei meu celular, acessei a internet e entrei na página dela em uma rede social. Imediatamente, vi uma mensagem breve que ela havia postado dizendo que estava bem e que depois daria mais informações."(Claro, dizer no facebook/outra rede para seus amigos mais intímos ou gastar tempo para Logar no e-mail e ler? ¬¬')
Benjamin continua: "Para informar meus amigos que a conheciam e que não usavam redes sociais, eu precisei enviar um e-mail para cada um deles. Demorou para conseguir o endereço deles e escrever as mensagens.(Se fosse um e-mail que pode enviar para múltiplos, como Hotmail, seria mais fácil. Tem hotmail no japão? ) Recebi várias respostas nos dias seguintes, mas uma delas só chegou cerca de duas semanas depois! Era mais díficil para essas pessoas dar conta de ler os e-mails que todo mundo estava enviando. Usar redes sociais teria poupado muito tempo nesse caso. Em questão de minutos, todo mundo poderia estar por dentro das últimas notícias."
Fica claro que as redes sociais têm suas vantagens. Mas será que existem perigos? Se existirem, quais são eles? E como você pode evitá-los?(No próximo episódio de Dragon Ball Z! LOL... Ok, mals, continuando.)
4 perguntas importantes sobre redes sociais
(Pausa pra imagem!)
O que você precisa saber. Se não tomar cuidado, você pode acabar revelando detalhes demais por meio de seu perfil, suas fotos, suas atualizações de status (Para quem não sabe, mensagens breves enviadas a todos de sua lista de amigos) e seus comentários (Para quem não sabe, suas respostas ás atualizações de status de outras pessoas). Esses detalhes podem revelar, por exemplo, onde você mora, onde trabalha e onde estuda. Divulgar seu endereço e postar um comentário breve como "Vamos viajar amanhã" pode ser tudo que um ladrão precisa para saber onde e quando agir. Nota do blog: Se os seus pais ou responsáveis vivem falando isso, pare de dizer "Tá, entendi, seu(sua) chato(a)!" e ouça melhor.
Outros detalhes como o seu e-mail, data de nascimento e número de telefone podem deixar você exposto a bullying e roubo de identidade. Mas, muitas pessoas nem param para pensar nisso quando divulgam essas informações em sua página!
As pessoas costumam esquecer que qualquer informação colocada na internet é de domínio público. Mesmo que tenha selecionado a opção "Somente Amigos" para compartilhar suas atualizações de status, elas não tem controle sobre o que esses amigos vão fazer com as informações. É por isso que devemos encarar as informações postadas numa rede social como algo público ou que pode ser facilmente tornado público.
O que você pode fazer. Conheça bem as configurações de privacidade de sua rede social - e use-as! Permita que apenas pessoas conhecidas e confiáveis tenham acesso ás suas fotos e ás atualizações de status.
Mesmo assim, lembre-se de que algo postado pode se tornar mais público do que você imaginava(tipo o bebê rasgando o papel no comercial do Itaú, que fofo :3)
Tenha o costume de analisar sua página e se perguntar se algo nela poderia ser usado por pessoas mal-intencionadas para localizar você ou roubar sua identidade.(Eu faço isso ) Mesmo entre amigos, não poste informações que poderiam violar sua privacidade ou a de outros. (Provérbios 11:13[Foi mal gente, a revista é cristã, se não gostarem avisem que na próxima matéria retiro... Mas se não se incomodarem, tudo bem]) Se precisar tratar de um assunto confidencial, use outro meio de comunicação. "Falas pelo telefone é bem mais pessoal e você se expõe muito menos", disse uma jovem chamada Cameron.
Segunda pergunta!
(Pausa para imagem!)

Redes Sociais Tempo
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Mas isso somente na parte dois!
Essa matéria será de 3 partes. A primeira parte terá a primeira pergunta. A segunda parte terá a segunda e terceira pergunta. E a terceira parte terá a quarta e última pergunta. Portanto, entrem no blog para saber mais, afinal, com a escola e colégio, saber como conter o vício é ótimo. Tchau, Facebookeiros e Twitteiros de plantão!


Essa matéria foi retirada da revista Dispertai!® Todos os direitos reservados. Se algum outro domínio da web(site ou blog) utilizar esta matéria em seu nome, temos o direito de pedir que retire o post ou referência, principalmente se colocarem em seu nome ou colocarem com ofensas á Dispertai! ou O Falatório.

O Falatório

0 comentários:

Postar um comentário